Ariquemes adquire o primeiro planetário móvel da rede pública em Rondônia

Ariquemes adquire o primeiro planetário móvel da rede pública em Rondônia

A ideia da aquisição é despertar no aluno o gosto pela ciência e, quem sabe, influenciar no futuro de alguns.

A Prefeitura de Ariquemes, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), recebeu nesta semana, um Planetário Móvel, que auxiliará no aprendizado das crianças matriculadas nas 28 escolas/creches da rede municipal. Este é o primeiro equipamento disponível em todo o Estado.

Conforme a Secretária Municipal de Educação, Cleuzeni Maria de Jesus, o planetário tem como uso primário, o ensino de noções da astronomia, onde é possível fazer simulações com o céu de qualquer parte do planeta, mas o dispositivo também permite ser utilizado para outras disciplinas.

“É possível fazer os movimentos celestes, planetas, constelações, estrelas, luas. Além disso, o sistema digital permite a exibição de outros conteúdos dentro da cúpula, como algum filme, oferecendo assim, aprendizado para qualquer outra disciplina.” Explanou.

Adquirido por meio de licitação, o equipamento teve um custo de R$ 118.500,00 (cento e dezoito mil e quinhentos reais), com recursos próprios da SEMED.

A ideia da aquisição é despertar no aluno o gosto pela ciência e, quem sabe, influenciar no futuro de alguns. O planetário é uma experiência para a criança, sendo um incentivo ao estudo e ao futuro do aluno, pois ele estimula o questionamento sobre o universo e alimenta as perspectivas delas de se tornarem cientistas.

A SEMED tem buscado meios para proporcionar aos alunos da rede municipal a oferta de um espaço além da sala de aula, que tornem as aulas atrativas e interessantes, em um único espaço, onde o ensino das ciências exatas e naturais seja mais um instrumento norteador no contexto do ensino e aprendizagem das crianças.

A cúpula comporta até 40 pessoas e é toda climatizada. Equipada com um projetor a laser e amplificadores de som, a imagem exibida pode ser visualizada de qualquer ângulo dentro do ambiente. Ao todo, existem 10 vídeos sobre astronomia, mas o software possui acesso a links com mídias de outras disciplinas.

A SEMED estuda uma possibilidade de utilizar o equipamento pelas escolas durante as aulas remotas, baseado nas normas de segurança de distanciamento social, em razão da pandemia da Covid-19. Mas assim que as aulas presenciais retornarem, os alunos poderão desfrutar da nova ferramenta de ensino.

Fonte: A Assessoria